sábado, 6 de setembro de 2014



O que é mais efêmero  que a florada do ipê branco?
que o primeiro encanto? que a voz do acalanto sumida no tempo?
  cada momento
   cada momento
   cada momento
entre o nascimento e os cabelos brancos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário