domingo, 30 de novembro de 2014

 "[...] Recebo o entardecer como uma  aurora, 
Como a antecipação do claro instante 
Em que enfim vou saber o que há lá fora:
 Lá fora, além das vistas derradeiras, 
Além da noite, além do céu distante 
Onde as constelações guardam fronteiras"
                                                                                                                                     ( Mário de Andrade/ Do soneto "Dia longo").




Nenhum comentário:

Postar um comentário