quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

100 NOMES DA MINHA VIDA

Acauã da Silva Pozino* Aisha Onan Carmo da Silva * Alexandra Amélia Carmo da Silva* Alexandre Magno Teixeira de Carvalho* Amanda Maciel Silveira *Ana Cristina Brandini Silveira * Ana Paula Rosa de Oliveira* Ana Vera Raposo de Medeiros * Andrade * Andrei Maciel Silveira * Antenor Macedo Filho * Antonio Rodrigues Belon * Arlete Alves* Bruno Maciel Gomes * Caio Gonçalves Tavares Dias Maciel * Carlos Dias Maciel * César Roberto Dias Silveira * Clara Silveira * Conceição Aparecida Gonçalves Tavares * Cristina Dias Maciel * Cristóvan Andreu Blaya * Denise Sampaio Ferraz * Diana Milanês Ávila Dias Maciel * Dorisval Tenório * Eli * Eliana Bordin de Sales* Elisa Amaral * Émilly * Enzo * Eros da Mota Dias* Fábio Neves * Fátima Miguez * Floriana Felizardo Alves * Francisco Ferreira da Silva * Geovana Quinalha de Oliveira * Glória * Guigui * Humberto Hermenegildo de Araújo* Iris Alves*  Ivan Maciel Silveira * Joel Rufino dos Santos * José Francisco Avelino Júnior * José Batista de Sales * José Guimarães Melo * Júlio Roberto Fernandes * Julma Dalva Vilarinho Borelli * Karla Antunes * Lenir Romão de Almeida * Lucas Maciel Louro * Luciano Pozino * Luiz Vilela * Luísa Gonçalves Tavares Dias Maciel * Maísa Milanês Ávila Dias Maciel * Manoel Lourença Silveira *Manoel Silveira Júnior * Marcos Henrique Dias Silveira * Maria Imaculada Felizardo Alves *  Maria Aparecida dos Santos * Maria Cleunice Fantinati Silva * Maria de Fátima * Maria de Jesus * Maria do Perpétuo Socorro Correia Lima de Almeida * Maria Rita Wider *  Mercia da Mota Dias * Michelli Moreti de Souza * Neverita da Mota Dias * Patrícia Mirandola * Paulo da Silva * Pedro Aldebaran * Piter Pan * Priscilla da Motta Dias * Rita Monteiro * Roberto * Rômulo Ramos Ribeiro * Rosana Felizardo Alves* Rudinez * Sergio Dias Maciel * Sidnei * Silvana Felizardo Alves* Silvana Aparecida Teixeira * Sílvia Raposo de Medeiros* Simone Palmeira de Andrade * Simone Rodrigues Marins * Telma Jaqueline Dias Silveira * Themes Dias da Silveira * Uildo de Araújo * Urbano Maciel * Vera Lúcia Bulhões Góes Bastos *Vítor * Wanusa Alves * Zenith Carmo da Silva *   

PORQUE EU NÃO SOU CHARLIE

O psicanalista Contardo Caligaris acabou de escrever um artigo na Folha explicando porque também é Charlie nesse momento pós-apocalíptico em que está em jogo alguma coisa em torno de um conceito de  terrorismo e de liberdade. É claro que eu não sou a favor de ataques terroristas e que acredito que deva existir a liberdade na imprensa, mas não é porque vivo num país democrático que eu tenho o direito de falar qualquer bobagem para o meu vizinho. Até quanto o ser humano suporta? Não vou ficar por aí anunciando Je suis Charlie apenas para não perder o trem da história. Aliás, no ponto, estamos todos Esperando Godot. Eu não pego esse trem não. Isso é apenas um lado da história. E o massacre de Jenin? e a invasão dos judeus nas terras dos palestinos? e o assassinato de Osama? e a busca ocidental por armas químicas que trucida a população civil no oriente? Eu não sou Charlie. Aliás, je suis Amarildo. 
IVAN 
micro-biografia


Lanterna acesa
A sorte lançada
Pela mira paterna



Por dentro do umbigo
Defesa de doutorado
Ivan comigo



Nascido numa sexta
Em fim de expediente
Preguiça em forma de gente


Do novo milênio
No segundo maio
- o primo do Caio –



Em toda a escola
Desde o começo
Tudo ao avesso




Na prainha primeira
O choro salgado
Depois de separado
                                                                        

Na alfabetização
O sabor das palavras
Com final em ão




O que supus
O único comando
Wii remote plus


Nintendo mais nada
Depois do menino
Ligar (n)a tomada


E agora, José?
E agora, Ivan?
A gente decide amanhã



segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Dona Ambrósia

Agora que eu já expliquei porque minha filha mais velha se chama Amanda, vou recordar um pouco porque meu filho do meio se chama Ivan. Quem deu o nome não fui eu, nem o Marcos... foi Dona Ambrosia. E eu não sei quase nada sobre ela. Bom, pra começar eu acho muito difícil dar nome para filho, é mesmo uma enorme dificuldade. E todo mundo dá palpite. Um horror. Daí que eu fui para a maternidade sem decidir, o bebê nasceu todo lindão e nada da gente ter certeza. No dia seguinte, 11 de maio de 2002, eis que nosso filho entra pela porta do quarto nos braços de uma enfermeira que precisava preencher os papéis do hospital com o nome da criança. Era a D. Ambrósia. Sabendo que estávamos em dúvida entre Heitor, Ivan e Álvaro, ela, prática, resolveu;  -Eu vou colocar Ivan, depois, na hora do registro, vocês decidem. Foi aí que meu garotão virou Ivan, afinal, quem iria contra a decisão de Dona Ambrósia?

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Amanda



                Taiguara

Amanda, vencido em meu castigo
Eu trago a paz comigo, de volta pra ficar...
Amanda, recolhe meus pedaços
Me acolhe nos teus braços
Tome o espaço dessa dor no teu lugar....
Amanda, perdi pela viagem,
as forças, a coragem,
A imagem do que eu sou,
E o que eu sou?
O que escondeu a única verdade,
o que perdeu a última metade, Amanda
o que partiu e desertou...
Te amando, vou esquecer a inútil liberdade
Que eu sonhei ter nas luzes da cidade, Amanda...
Vou te enfeitar de tanto amor...
Te amando,te amando, vou esquecer a inútil liberdade
Que eu sonhei ter nas luzes da cidade, Amanda...
Vou te enfeitar de amor...