quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Amanda



                Taiguara

Amanda, vencido em meu castigo
Eu trago a paz comigo, de volta pra ficar...
Amanda, recolhe meus pedaços
Me acolhe nos teus braços
Tome o espaço dessa dor no teu lugar....
Amanda, perdi pela viagem,
as forças, a coragem,
A imagem do que eu sou,
E o que eu sou?
O que escondeu a única verdade,
o que perdeu a última metade, Amanda
o que partiu e desertou...
Te amando, vou esquecer a inútil liberdade
Que eu sonhei ter nas luzes da cidade, Amanda...
Vou te enfeitar de tanto amor...
Te amando,te amando, vou esquecer a inútil liberdade
Que eu sonhei ter nas luzes da cidade, Amanda...
Vou te enfeitar de amor...

Um comentário: