sábado, 13 de junho de 2015




Subterrâneo
Resultado de imagem para novelo

Desteci meu tapete de silêncios,
Retalho empoeirado das secas de setembro,
mas germinado de fios
à medida da Primavera.

Desfeito, afinal, em novelo,
círculo sereno de fios de carneiro
Em dia de chuva, lancei-o
à cata de labirintos.

Entre vias tortuosas descansavas
à mercê das linhas lançadas
Rubro Minotauro, entre meus vários,
Antropofágicos itinerários.




Finissecular

Resultado de imagem para olhar


quando o dia finda
seu olhar de agosto
faz sombra no meu rosto





Alba
Resultado de imagem para amanhecer
Às vezes
quando o sol se levanta mais  cedo
 e eu percebo
o descortinar das manhãs entre pássaros,
quando os girassóis
tristes e desabados
erguem-se para o sol,
começo a abrir meus olhos
e, de repente, a imensidão
vai amanhecendo em mim suas lanças.

Nestas horas, minhas saudades
são só lembranças.

sábado, 6 de junho de 2015


                                                                     LABIRINTO
Resultado de imagem para labirinto

Teseu não sou eu
Ariadne me invade
A linha se aninha
na minha porção minotauro
                                                                            
               

Do avesso

 Resultado de imagem para mapa do tesouro

Seguir
Um mapa no chão
Sem explicação.

Aonde vai dar?
Não sei dizer,
Pois é mapa para se perder...

São marcas de um tesouro,
Ou quase nada?


Pó, flores, estrada.
O seu olhar
Em branco e preto
Me deixa muda
Feito um filme antigo


Resultado de imagem para olhar em branco e preto