sábado, 13 de junho de 2015




Subterrâneo
Resultado de imagem para novelo

Desteci meu tapete de silêncios,
Retalho empoeirado das secas de setembro,
mas germinado de fios
à medida da Primavera.

Desfeito, afinal, em novelo,
círculo sereno de fios de carneiro
Em dia de chuva, lancei-o
à cata de labirintos.

Entre vias tortuosas descansavas
à mercê das linhas lançadas
Rubro Minotauro, entre meus vários,
Antropofágicos itinerários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário